Páginas

sábado, 26 de outubro de 2013

A MULHER QUE ESTÁ EM MIM



Graça da Praia das Flechas
 
A Mulher que está em mim
É a dádiva de todos os amores
Amores ocultos
Amores ilícitos
Amores confusos
Amores bravios
Os que provocam dores
E muitas vezes
Ela até ganha flores
A Mulher que está em mim
É a Mulher com garra
Que não teme confrontos
Nem mesmo os desencontros
Pelo destino traçados
A Mulher que está em mim
É a desaforada
Que lhe faz pirraça
Deixa-lhe com ódio
Mas, você quer tê-la
A Mulher que está em mim
É uma fêmea do amor
Que lhe deixa maluco
Com a licenciosidade
De uma Mulher-Dama
Que lhe leva para cama
E que coloca seu corpo
Ardendo, em chamas
E que somente ela
Consegue apagar
A Mulher que está em mim
Não tem medo
Porque ela tem
A chave do Segredo
Que irá pra sempre
Lhe segurar
A mulher que está em mim
É uma vagaba no cio
Que lhe provoca arrepios
E lhe coloca maluco
Porque somente sexo
Ela quer lhe dar
Nada quer de você
A não ser
Sentir Prazer
Aquele Prazer infernal
Que o faz tornar-se um animal
Completamente dominado por ela
No Ato Final

2 comentários:

Angela Tavares disse...

Excelente!!!Adorei!!! como sempre
Amiga e grande Poeta Graça das Flechas... Eu comecei a escreverPoemas eróticos inspirada nos teus..mas imagine!!!! foi só
uma Iniciação..você é "poderosa!!"
Obrigada Bjkss
Angella Tavares

Luis disse...

Ah! Essa é a Minha Mulher, que se engraça mesmo quando eu não acho graça, mas no fundo me faz rir, mesmo que eu queira Chorar.
Me dá afeto carinho e todos os dengos, se perfuma para me inebriar
Me aperta, me enrola, me cobra, quando seu prazer quer me dar.
Por ela perco os sentidos até me descaminho em meus descaminhos,
Mas se me perco, logo me encontro, que pra ela eu poder voltar.